Ausenco desenvolve um plano de resposta do setor para minerodutos

A Ausenco está ativamente incorporando o feedback dos clientes do simpósio recente no Chile, em um plano de resposta do setor para lidar com falhas dos minerodutos de longa distância.

PERTH (miningweekly.com) – A Ausenco, empresa de engenharia, consultoria e gestão de projetos, está ativamente incorporando o feedback dos clientes de um simpósio recente no Chile, em um plano de resposta do setor para lidar com falhas de mineroduto de longa distância.

O simpósio que foi realizado no final de outubro, contou com a presença de representantes de 22 das estimadas 35 operações globais que fazem uso de minerodutos de longa distância.

"Algumas das principais discussões giraram em torno da definição de uma linha de base para o setor e discutiram, em particular, a questão da integridade dos dutos", disse o vice-presidente da Ausenco para consultoria em pipelines JP Fortin.

“Um dos pontos-chave discutidos aqui foi a falta de qualquer requisito para relatar ou investigar as falhas do mineroduto de longa distância e que não havia mecanismo para compartilhar e aprender com essas falhas”.

A Ausenco apresentou uma coletânea de 70 falhas de minerodutos de polpa que ocorreram nos últimos 50 anos aos representantes do simpósio, identificando as áreas de operações potencialmente mais expostas e indicando um processo para lidar com esses riscos.

A empresa também apresentou uma prévia do software que está em desenvolvimento nos últimos 14 meses e ajudará os clientes a lidar com falhas em minerodutos de polpa.

“Estamos trabalhando para preparar os clientes com algumas das ferramentas necessárias daqui para frente. A indústria de minerodutos está amadurecendo,  atingindo um estágio diferente e estamos trabalhando para apoiar nossos clientes durante essa nova fase ”, disse Fortin.

Esse artigo foi publicado em Mining Weekly, 5 de dezembro de 2018, veja o artigo original on-line: http://bit.ly/2Efo26M.

;